Please, scroll down for english
TESE de Doutorado:
Estados de presenças poéticas mapeadas pela técnica de Eletroencefalografia (EEG) e pela frequência cardíaca (BPM) e uma proposta de criação performativa por meio do sensoriamento neurofisiológico ao vivo
ECA/USP (2017) Orientação Dr. Luiz Fernando Ramos
DISSERTAÇÃO de Mestrado:
Estados alterados de consciencia em artemidia : o papel do corpo no trabalho do ator
PUC/SP (2008) Orientação Dra. Helena Katz

Sobre a pesquisa

Dramaturgia Digital: entre teatro e neurocomputação

 

Gustavo Sol pressupõe que atores/performer/artistas da cena e do corpo são capaz de gerar e repetir fluxos de estados neurofisiológicos que denotam movimentos da atenção, das emoções e dos processos decisórios durante a performance poética.

 

Sua pesquisa tem captado, combinado e analisado multidimensionalmente essas flutuações de estado por meio de técnicas de biosensoriamento como a Eletroencefalografia (EEG) que grava variações de ondas neurais, a Eletromiografia (EMG) que registra as ativações musculares, a Eletrocardiografia (ECG) que mostra a frequência cardíaca, entre outras. 

Para ele tais alterações de estados são chamadas de estados de presenças poéticas porque denotam certas lógicas por trás das decisões e flutuações afetivas que acontecem durante as performances e procedimentos criativos. Sua pesquisa tem demonstrado que esses estados de presença se constituem e se organizam por meio de uma gramática operativa que marca a diferença entre linguagens poéticas.

Portanto, é possível descrever o trabalho do ator, e mais amplamente, as diversas performatividades poéticas por meio dessa ideia fundamental.

E na medida em que as tecnologias de sensoriamento e interação humano/máquina são dispositivos fundamentais para a criação de sentidos e processos simbólicos, a noção de Dramaturgia Digital emerge como um horizonte de criação poética na arte performativa contemporânea.

 

Sua pesquisa assume dois eixos metodológicos que se misturam, se contradizem e se complementam paradoxalmente: Eixo de Mapeamento e Eixo Poético.

 

O Eixo de Mapeamento consiste em mapear as alterações de consciência em cenas com atores/performers, usando a técnica de Eletroencefalografia, em busca da repetição de padrões de ondas nas diferentes genealogias do trabalho do ator; O Eixo Poético consiste em utilizar como ator/performer, o sensoriamento dos estados de presença poética, ao vivo, através do EEG como Interface Cérebro Computador (BCI – Brain Computer Interface) para a criação de fluxos narrativos cênicos como proposta poética.

A obra Objeto Descontínuo é o melhor exemplo dessa correlação de forças poéticas no campo da dramaturgia digital.

 

Sua pesquisa tem sido desenvolvida a há anos, inclusive como continuação e aprofundamento do na Mestrado (PUC, 2008) e apresenta atualmente experiências inéditas e bem sucedidas, propondo um relativo mapeamento de diferenças sistêmicas entre as genealogias poéticas.

Assim, seu trabalho têm sido considerado inaugural de um campo de pesquisa e criação no Brasil, inclusive pelo desenvolvimento de tecnologias próprias para  estudos de padrões de estados performativos e suas correlações genealógicas e poéticas.

About the Research

Digital Dramaturgy: between theater and neurocomputing

Gustavo Sol assumes that actors/performers are able to generate and repeat flows of neurophysiological states that denote attention movements, emotions and decision processes during poetic performance.

His research is capturing, combining and analizing multidimensionally these state fluctuations through biosensing techniques such as Electroencephalography (EEG) that records variations of neural states, Electromyography (EMG) recording muscular activations, the Electrocardiography (ECG) that shows the heart rate, among others.

For him such changes of states are called states of poetic presences because they denote certain logics behind the decisions and affective fluctuations that occur during creative performances and procedures. His research is been showing that these states of presence are constituted and organized through an operative grammar that marks the difference between poetic languages.

Therefore, it is possible to describe the work of the actor, and more broadly, the various poetic performativity through this fundamental idea.

And because sensoring technologies and human/machine interaction are fundamental devices and process for symbolic structures and experiments, the notion of Digital Drama emerges as a horizon of poetic creation in contemporary performative art.

His research assumes two methodological axes that mix, contradict and complement each other paradoxically: Mapping Axis and Poetic Axis.

The Mapping Axis consists of mapping the changes of poetic states during the performance using the technique of Electroencephalography and others, in search of the repetition in patterns of states in the different genealogies of the actor's work; The Poetic Axis consists in using the EEG among other sensoring thechnologies as a Brain Computer Interface (BCI) to create interactive systems between emotions, fluxus of attention, memories, actions and states of presence with computers, videos,  sounds, lights and other digital and/or analogic systems as poetic proposals.

The work Discontinuous Object is the best example of this correlation of poetic forces in the field of digital dramaturgy.

His research has been developed for years, including as a continuation and deepening of the Masters studies (PUC, 2008) and presents currently unpublished and successful experiences, proposing a relative mapping of systemic differences between poetic genealogies.

Thus, his work has been considered inaugural of a field of research and creation in Brazil, including by the development of own technologies for studies of patterns of performative states and their genealogical and poetic correlations.